Agenda Geral | Comitês

<Maio/2022>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
<Maio/2022>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Seminário da Agência das Bacias PCJ apresenta atividades de plano contra enchentes na Bacia do Rio Capivari

23/03/2022 - Categoria: CBH-PCJ - Piracicaba, Capivarí e Jundiaí

As principais atividades a serem desenvolvidas e os resultados esperados do plano contra enchentes na Bacia do Rio Capivari foram apresentados durante o seminário inicial realizado pela Profill, empresa vencedora da licitação, contratada no mês passado pela Agência das Bacias PCJ. A atividade faz parte da primeira etapa do projeto, que é a de planejamento, e contou com a participação de cerca de 60 pessoas.  

No contrato, com prazo de 18 meses, estão previstos outras três etapas e outros três seminários, que têm como público-alvo os representantes das Administrações Municipais da Região, para apresentação dos resultados parciais. Também está programada uma audiência pública para apresentação e discussão dos resultados, antes da emissão dos relatórios final e síntese. O investimento é de R$ 1,2 milhão, provenientes da Cobrança PCJ Federal pelo uso da água. O plano começou a ser elaborado a partir de fevereiro pela Agência das Bacias PCJ - sob gerenciamento da Coordenação de Projetos-, por deliberação dos Comitês PCJ.  

Na reunião, foi apresentado o Plano de Trabalho do Plano Diretor de Macrodrenagem da Bacia Hidrográfica do Rio Capivari (PDM-BHC), como é chamado oficialmente o estudo, que tem como objetivo geral reduzir progressivamente a frequência, a intensidade e a gravidade das ocorrências de inundações onde já são registradas ou nas áreas potencialmente vulneráveis. A medida envolve 15 municípios: Campinas, Capivari, Elias Fausto, Hortolândia, Indaiatuba, Itupeva, Jundiaí, Louveira, Mombuca, Monte Mor, Rafard, Rio das Pedras, Tietê, Valinhos e Vinhedo.  

Outros objetivos do Plano de Macrodrenagem são o de caracterizar as causas das inundações ocorridas nas zonas urbanas dos municípios localizados na região e apresentar propostas de ações (estruturais e não estruturais) para o controle de cheias, a curto (5 anos), médio (10 anos) e longo (20 anos) prazos, nas áreas urbanas dos 15 municípios com área na Bacia do Rio Capivari. Quando os diagnósticos ou os prognósticos indicarem a necessidade, serão realizadas ações também nas áreas rurais.  

Fonte: Agência das Bacias PCJ