Agenda Geral | Comitês

<Agosto/2022>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
<Agosto/2022>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Benedito Braga participa de debate na TV Cultura

24/03/2015 - Categoria: Eventos | Sistema Cantareira

Fotos: CRHi

Em comemoração ao Dia Mundial da Água, em 22 de Março, a TV Cultura e a secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo promoveram um debate com especialistas da área, com o tema “Reflexão para o Futuro”. Entre os convidados para o programa estavam o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, que abriu o encontro, e o secretário de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga. 

Também participaram do debate os secretários do Estado de São Paulo Patrícia Faga Iglecias Lemos (Meio Ambiente), Arnaldo Jardim (Agricultura e Abastecimento) e João Carlos Meirelles (Energia), além do Superintendente de Operações e Eventos Críticos da Agência Nacional de Águas, Joaquim Correa Gondim, do coordenador do Laboratório de Hidrologia e Estudos do Meio Ambiente da Coppe (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Paulo Canedo Magalhães, e do climatologista e secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério da Ciência, Carlos Nobre. 

Segundo o governador, debates como estes são necessários para que todos contribuam com a gestão dos recursos hídricos. “Não há uma iniciativa mais importante do que esta, neste dia, Dia Mundial da Água, discutirmos, fazermos uma reflexão sobre o futuro de um bem que é finito e que é essencial para a vida, para a saúde das pessoas, para a agricultura, para a energia, dentro de um cenário de mudanças climáticas, também hoje extremamente relevantes. A necessidade de recomposição de mata ciliar, de aumentar nossa reservação tendo em vista cada vez mais situações extremas de chuvas excessivas ou de secas e às vezes até simultaneamente ocorrências destes fatores. Não há maneira melhor de comemorar este dia do que com este debate, prospectando o futuro, ouvindo especialistas, com experiências bem sucedidas. É um tema de todos e precisamos estar unidos para as melhores propostas para o hoje e o amanhã”, discursou o governador. 

Para Benedito Braga, o tema “recursos hídricos” necessita ir além dos governantes. “Todo cidadão precisa se preocupar com a água”, ressaltou o secretário, que colocou como mínima a possibilidade de ter rodízio na Região Metropolitana de São Paulo, devido à escassez hídrica. “Dá para garantir a segurança hídrica desde que a população continue colaborando. A situação ainda não está fácil. Temos que manter esta união. O Governo também está fazendo obras para trazer mais água para o Sistema”, explicou. 

Braga também foi questionado sobre a possibilidade da utilização do Aquífero Guarani e a despoluição do Rio Tietê. “Já utilizamos (o aquífero Guarani) na maioria das cidades do Interior de São Paulo. Porém, para a Macrometrópole fica muito custoso porque é distante e a quantidade de água não seria suficiente”, justificou o secretário. “Na Região Metropolitana, não temos um aquífero muito generoso. Nem se compara com o Guarani. Podemos utilizar, mas não é uma fonte primária”, disse. 

Sobre o Rio Tietê, Benedito Braga ressaltou que não é muito simples. “A França levou 30, 40 anos para despoluir o rio Sena. Porém, a mancha de poluição (no Tietê) que iria até Barra Bonita já recuou muito. Agora temos que estudar o reúso pela indústria, como este projeto Aquapolo, uma parceria da Sabesp e a Odebrecht Ambiental (após tratamento na Estação de Tratamento de Esgoto do ABC, o Aquapolo fornece água de reúso para indústrias no polo petroquímico do ABC)”, disse. 

O programa teve a apresentação da jornalista Márcia Bongiovanni.