Agenda Geral | Comitês

<Dezembro/2022>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
<Dezembro/2022>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Governador inaugura reservatório em Barueri

26/07/2016 - Categoria: CBH-AT - Alto Tietê

Fotos: A2img / Daniel Guimarães / Portal do Governo do Estado de São Paulo

A cidade de Barueri ganhou no último sábado, dia 24 de julho, um reservatório metálico, construído pela Sabesp, no bairro de Tamboré e que vai ampliar a capacidade de armazenamento em 10 milhões de litros de água tratada na região, beneficiando 180 mil moradores de Barueri e também do município de Santana do Parnaíba. 

O equipamento, que funcionava em pré-operação e recebeu investimento de R$ 5,7 milhões, foi inaugurado pelo governador Geraldo Alckmin e pelo presidente da Sabesp, Jerson Kelman. 

Segundo o governador, o reservatório traz dois benefícios importantes para a população. “O primeiro é a regularidade. Com mais reservatórios, você mantém o abastecimento pleno de água, garante o abastecimento nas 24 horas nos sete dias da semana, sem problema de interrupção. E o segundo é evitar desperdício, porque, quanto mais reservatório você tem, menos pressão você precisa colocar no sistema para fazer chegar água às casas. Então, há um duplo benefício: melhora a qualidade, a regularidade da distribuição de água para a população e evita a perda física, que é o desperdício", afirmou.

Após o início da escassez hídrica, em 2014, o governo e a Sabesp têm como meta construir 30 reservatórios para complementar a segurança hídrica. "São Paulo está tomando as providências para enfrentar as mudanças climáticas. Esse é o 22º reservatório metálico de aço entregue", ressaltou o governador.

Segundo a Sabesp, com os 22 reservatórios é possível armazenar 147 milhões de litros de água tratada. A empresa ainda informou que serão entregues mais três equipamentos neste ano: em São Bernardo, com reservação para 15 milhões de litros; em Itapecerica, com 2,5 milhões; e em Ribeirão Pires, com 5 milhões.