Agenda Geral | Comitês

<Agosto/2022>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
<Agosto/2022>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Presidente da Sabesp recorda difícil ano de 2014

13/01/2015 - Categoria: Sistema Cantareira | Eventos

Empossado na sexta-feira, 9, como presidente da Sabesp, Jerson Kelman, elogiou sua antecessora, Dilma Pena, e destacou que o ano passado foi atípico em relação à escassez de chuvas. 

“Quero fazer uma saudação especial a Dilma Pena que entrega um bastão bem adiantado. Faço um reconhecimento da competência com que a Dilma conduziu a Sabesp, o que não meu surpreende de forma alguma porque fomos colegas. Já convivemos e sei de sua competência”, justificou Kelman.

Segundo o presidente, era difícil prever o que aconteceu em 2014. “O evento do ano passado foi imprevisível. Nenhum administrador público faria um investimento tão grande em algo que nunca tinha observado. Agora já foi observado. Torcer pelo melhor e estar preparado pelo pior. Em quase dezenas de anos não se viu nada pior. Mas precisamos estar preparados porque pode se repetir”, explicou. 

Experiência
É engenheiro civil com especialização em hidráulica pela Escola de Engenharia da UFRJ (1971), Mestre em Engenharia Civil pela COPPE-UFRJ (1973) e Ph.D. em Hidrologia e Recursos Hídricos por Colorado State University (1976). D esde 1974 é professor de Recursos Hídricos da COPPE-UFRJ.
Foi Interventor na Empresa Energética de Mato Grosso do Sul - ENERSUL, Presidente do Grupo Light (2010-2012), Diretor-Geral da Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL (2005-2008) e Diretor-Presidente da Agência Nacional de Águas - ANA (2001-04). Anteriormente, havia sido pesquisador do Centro de Pesquisas de Energia Elétrica (CEPEL), Diretor da SERLA-RJ (Fundação Superintendência Estadual de Rios e Lagoas), consultor do Banco Mundial e sócio da BR-Investimentos.

Dever cumprido
Ao se despedir da presidência da Sabesp, Dilma Pena ressaltou que sai com o dever cumprido nos anos que esteve à frente da companhia. Segundo ela, um fator importante é a evolução da empresa para melhor atender à população. 

“Quatro anos atrás, quando assumi a presidência da Sabesp, eu disse que o maior desafio de qualquer governo é obrigatoriamente ser melhor do que àquele que o antecedeu. Disse isto com a responsabilidade de quem nos quatro anos anteriores já presidira o conselho de administração da companhia e ocupara a secretaria de saneamento e recursos hídricos do Estado de São Paulo na gestão do (governador) José Serra. Foram, portanto, oito anos intimamente ligado nesta empresa na qual hoje (sexta-feira, 9) me despeço com base nesta trajetória, fizemos a cada dia nestes últimos anos uma empresa melhor daquela que encontramos”, disse Dilma.

Ela lembrou que trabalhou sempre teve como foco o interesse público. “A Sabesp é a demonstração definitiva de que uma empresa pública pode sim ser produtiva, lucrativa, eficiente e, sobretudo, atender bem o seu cliente, o povo. Tenho 40 anos de serviço público. Vale a pena dedicar-se servir bem ao público. Minha premissa sempre foi atender bem o interesse ao serviço público”, frisou.