Agenda Geral | Comitês

<Fevereiro/2023>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728
<Fevereiro/2023>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728

Superintendente do DAEE espera que todos aprendam com lição da crise

14/01/2015 - Categoria: CBH-PCJ - Piracicaba, Capivarí e Jundiaí | Eventos

Ricardo Daruiz Borsari (centro) recebe os cumprimentos do diretor-presidente do PCJ, Sérgio Razera, e do secretário-executivo do PCJ, Luiz Roberto Moretti

 

O superintendente do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), Ricardo Daruiz Borsari, afirmou que será necessário um conjunto de ações firmes para combater à crise hídrica.  Substituto de Alceu Segamarchi Júnior, que deixa a superintendência após quatro anos, Borsari espera que todos possam aprender com este período de dificuldades. 

“Recuperado a normalidade, um grande ensinamento que a crise pode nos trazer é que possamos todos, governo e sociedade, ter absolvidos as lições que estas dificuldades momentâneas nos possam ter levados, alterando comportamentos de forma de garantir a sustentabilidade e a preservação de recursos hídricos. Este é o grande legado que o processo todo vai nos deixar”, disse Borsari, empossado na sexta-feira, dia 9. 

Ele ressaltou que assume a gestão para colaborar no enfrentamento da crise hídrica. “Os desafios que temos não são pequenos, a situação dos recursos hídricos do Estado de São Paulo, em particular nas regiões metropolitanas, é crítica e exigirá um conjunto de ações firmes. Transparentes, como interlocução adequada, frequente e objetiva, com Agência Nacional de Águas, outras esferas do governo e com a sociedade, principalmente com esta”, disse.

Experiência
Ricardo Borsari é mestre em Engenharia Hidráulica e Sanitária pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e foi professor da Escola de Engenharia Mackenzie, da Faculdade de Engenharia da Fundação Armando Álvares Penteado, Faculdade de Engenharia Elétrica da PUC São Paulo e da Escola Politécnica da USP. 

É a segunda vez que Borsari assume a Superintendência do DAEE, órgão com que tem ligação profissional desde 1978, ocupando vários cargos no Centro Tecnológico de Hidráulica, inclusive a presidência da Fundação CTH no período agosto/1994 a agosto/1995 e agosto/1998 a agosto/2000. A primeira gestão como Superintendente do DAEE foi de setembro de 2001 a fevereiro de 2007.

Desafio
Feliz pelos quatro anos de gestão, Segamarchi agradeceu a todos e revelou que foi um dos principais trabalhos em sua carreira. “Vindo de fora do sistema, confesso que temia o que poderia encontrar aqui. Porém, acima de tudo estava animado, estava com um dos maiores desafios de minha carreira. Logo de cara, fiz questão de pegar a estrada e conhecer cada uma das nossas diretorias de bacia”, recordou Segamarchi, engenheiro civil. 

Ele também ressaltou um dos principais programas em sua gestão. “O Programa Água Limpa segue o sendo o mais sucedido de tratamento de esgoto no país. Enquanto o País patina nesta exigência básica de cidadania, o Estado de São Paulo mostra como faz tratamento de esgoto e recuperação de mananciais com seriedade”, frisou.