Agenda Geral | Comitês

<Agosto/2022>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
<Agosto/2022>
DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Alckmin e Braga falam sobre medidas contra crise em Brasília

02/02/2015 - Categoria: Sistema Cantareira | CBH-PCJ - Piracicaba, Capivarí e Jundiaí

Fotos: Paulo Negre / Governo do Estado de São Paulo

Em reunião com a presidente da República, Dilma Rousseff, sexta-feira (30), o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, abordou as iniciativas adotadas para combater a crise hídrica. 

O encontro contou com a participação do secretário de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga, o presidente da Sabesp, Jerson Kelman, e os ministros Aloízio Mercadante (Casa Civil), Nelson Barbosa (Planejamento, Orçamento e Gestão) e Izabella Teixeira (Meio Ambiente), além do presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu.

“Optamos pela válvula redutora de pressão. Com ela, você não zera o sistema e diminui o risco de contaminação, porque mantém o sistema sob pressão”, destacou o governador. Há duas semanas, foi incluído na carteira do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) o projeto de interligação do reservatório Jaguari-Atibainha, estimado em R$ 830,5 milhões e que vai reforçar o abastecimento de água no Estado. 

Alckmin ainda elogiou a conscientização dos paulistas em relação à crise. “A colaboração da população é impressionante. É importante continuar com o uso racional da água evitando desperdício. De outro lado, estamos tomando medidas de curtíssimos prazos, temos obras que serão entregues em maio e setembro. E em médio prazo, a inclusão no PAC das bacias hidrográficas”, disse o governador.